FACEBOOK ESTREOU CENTRO DE CONTROLE DE NOTÍCIAS FALSAS

19 de out de 2018

A rede social Facebook estreou o centro de controle de notícias falsas no primeiro turno das eleições presidenciais do Brasil, realizadas no dia 7 de outubro

 

‘Sala de guerra’, como foi batizada pela própria empresa, é um pequeno ambiente na sua sede, em Menlo Park (Califórnia, Estados Unidos), na qual trabalham diariamente entre 20 e 30 pessoas responsáveis por coordenar milhares de funcionários em todo o mundo.

As eleições brasileiras foram o primeiro grande teste desta unidade. Durante a campanha, os especialistas em segurança para o Brasil, que trabalham no Facebook, transferem-se para essa sala, juntamente com os funcionários habituais, para ajudá-los a desenvolver e pôr em prática uma estratégia ajustada às características do país.

“Detectamos uma história que circulou há poucos dias nos comícios em que se dizia que por causa da violência, a campanha eleitoral iria ser suspensa até ao dia seguinte”, explicou o chefe de cibersegurança da empresa, Nathaniel Gleicher.

“Detectamos a informação, que era falsa, e a eliminamos antes que se tornasse viral e chegasse a centenas de milhares de internautas”, explicou.

Gleicher também contou que no dia do primeiro turno das eleições presidenciais, antes do fechamento dos colégios eleitorais, detectaram “um aumento de discursos de ódio” contra o nordeste e trataram de eliminá-la.

A empresa de Menlo Park, que hoje abriu as portas da sala de controle a um reduzido grupo de jornalistas, indicou que se prepara novamente para exercer esse controle no segundo turno das eleições no Brasil, dia 28 de outubro.

Nesse dia, Jair Bolsonaro (PSL) enfrentará Fernando Haddad (PT), na corrida à presidência do Brasil.

Notícias ao Minuto / com informações da Lusa.

  • Compartilhe:

Publicidade