ERROS DEVEM SER COIBIDOS, DIZ ACM NETO SOBRE ATUAÇÃO DE SÉRGIO MORO NA LAVA JATO

09 de set de 2019

O presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou ser a favor de que eventuais erros cometidos pelo ex-juiz Sergio Moro e procuradores da Lava Jato sejam “devidamente coibidos”.

“Fica difícil comentar, porque, na verdade, essas matérias vêm saindo ha algum tempo. Então, quase que se fala um pouco mais do mesmo. Mas acho que tudo isso deve ser apurado. Não sou daqueles que acham que se deve pegar esse assunto e jogar para debaixo do tapete. Eventualmente, se houve o cometimento de algum ato e abuso de autoridade, isso tem que ser devidamente visto”, declarou ACM Neto ao ser indagado pelo bahia.ba sobre reportagem publicada no domingo (8) pela Folha de S. Paulo, em parceria com o The Intercept, acerca de conversas do ex-presidente Lula (PT) gravadas pela Polícia Federal em 2016 e mantidas em sigilo desde então.

Segundo a publicação, os diálogos enfraquecem a tese usada pelo hoje ministro da Justiça para justificar a decisão mais controversa que ele tomou como juiz à frente da força-tarefa.

Naquele ano, cinco horas depois de mandar interromper a escuta telefônica que autorizara no início do cerco da operação ao líder petista, Moro tornou público um diálogo em que a então presidente Dilma Rousseff tratou com Lula de sua posse como ministro da Casa Civil.

A divulgação do áudio de 1min35s incendiou o país e levou o Supremo Tribunal Federal a anular a posse de Lula, às vésperas da abertura do processo de impeachment e da deposição de Dilma. Para a Lava Jato, o telefonema mostrava que a nomeação de Lula como ministro tinha como objetivo travar as investigações sobre ele, transferindo seu caso de Curitiba para o STF.

“Agora, as coisas que foram publicadas, infelizmente, e eu digo realmente infelizmente, não afastam os erros cometidos pelo ex-presidente, e ele está pagando hoje o preço por esses erros. Mas, se erros foram cometidos em cima de erros, igualmente eles devem ser coibidos e devem ser devidamente enquadrados”, acrescentou o prefeito ACM Neto.

Bahia-BA

  • Compartilhe:

Publicidade