ENTENDA COMO SERÁ A SEMANA NA CPI DA PANDEMIA

07 de jun de 2021

Esta semana, quatro depoimentos estão agendados na CPI da Pandemia. O primeiro deles, acontece nesta terça-feira (8), com a reconvocação do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O motivo principal pelo qual ele foi chamado novamente é a confirmação da Copa América no Brasil em meio à pandemia de Covid-19.

Na quarta-feira (9), a CPI ouve o ex-secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, que integrou a equipe do ex-ministro Eduardo Pazuello. Os senadores querem que ele esclareça sobre a possível existência de um gabinete paralelo de aconselhamento ao governo federal no enfrentamento à pandemia.

Além disso, Elcio foi responsável por negociações na compra de vacinas e em um dos documentos obtidos pela CPI, ele relata que o atraso na resposta à Pfizer foi motivado pela presença de um “vírus” nos computadores da pasta.

Na quinta-feira (10), os senadores adiantaram o depoimento do governador Wilson Lima (PSC-AM) após a Operação Sangria, da Polícia Federal, ter sido deflagrada no estado para investigar desvios na Saúde. Lima foi um dos alvos da operação.

O governador é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de integrar um esquema de desvios de verbas na compra de respiradores para o combate à Covid-19.

Para encerrar a semana, na sexta-feira (11), a CPI da Pandemia convidou o médico sanitarista e ex-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), Claudio Maierovitch e a pesquisadora Natalia Pasternak, da USP (Universidade de São Paulo).

 

 

Via: CNN Brasil

  • Compartilhe:

Publicidade