CORONEL DIZ QUE OPERAÇÃO DA PF NÃO CAUSARÁ PREJUÍZO ELEITORAL A WAGNER

27 de fev de 2018

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), participou nesta segunda-feira (26) do ato de apoio ao secretário de Desenvolvimento Econômico e ex-governador Jaques Wagner (PT) e criticou a falta de “provas materiais” diante da excessiva publicidade dada à operação da Polícia Federal de busca e apreensão nas propriedades do petista.

“Ninguém pode ser condenado, execrado sem ter provas concretas. O que ocorreu hoje sem a devida comprovação, sem fatos apresentados, somente dizendo que foi delação, mas cadê [sic] as provas materiais? Hoje em dia virou um baile onde as pessoas são execradas publicamente sem ter as devidas provas matérias. Acredito que Wagner vai sair dessa”, disse em conversa com o BNews.

“Se lá na frente ele prova sai inocência quem vai reparar a questão psicológica que vai deixar para com a família, para ele e para os baianos”, acrescentou.

Segundo Coronel, a exemplo do que acontece com o ex-presidente Lula, Wagner não terá prejuízo nas pesquisas de intenção de voto e no pleito eleitoral de outubro deste ano. O ex-governador é nome cotado para ocupar uma das vagas ao Senado na chapa majoritária do governador Rui Costa.

“Quando fizer pesquisa aqui com o nome de Wagner, em vez de diminuir, ele vai aumentar. O povo baiano é um povo inteligente, não aceita que a pessoa seja condenada sem todas as provas de inocência. Não acredito que essa operação vai tirar o voto das pessoas que estavam predispostas a votar nele”.

 

Via: Bocão News

  • Compartilhe:

Publicidade