CNI/IBOPE: 64% DOS BRASILEIROS ACHAM QUE GOVERNO BOLSONARO SERÁ ÓTIMO OU BOM

13 de dez de 2018

Pesquisa do Ibope e encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostra que a população está confiante em relação do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Para 64%, o governo do militar será bom ou ótimo.

Outros 18% acham que será regular; 10% responderam péssimo; 4% ruim; e 4% não souberam responder.

O levantamento foi realizado de 29 de novembro e 2 de dezembro de 2018, mas divulgado apenas nesta 5ª feira (13.dez..2018) pela CNI. A pesquisa falou com 2.000 pessoas em 127 cidades. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Leia a íntegra.

O estudo mostra ainda que a cada 10 entrevistas, 8 se dizem informados, em alguma profundidade, sobre as propostas do governo de Jair Bolsonaro. Desse grupo, 75% dizem achar que o governo está no caminho certo. Apenas 14% acham que “eles estão no caminho errado”. Não responderam ou não souberam responder 11%.

Segundo a pesquisa, quanto maior a renda familiar, maior o percentual dos que creem que a equipe de transição acerta em suas ações.

Entre os que possuem renda familiar até 1 salário mínimo, 70% acreditam que Bolsonaro e sua equipe estão no caminho certo. A taxa chega a 82% entre aqueles cuja renda familiar é superior a 5 salários mínimos.

PRIORIDADES

Para 41% e 40% dos entrevistados que se dizem informados, em alguma profundidade, sobre as propostas do governo de transição, respectivamente, melhorar os serviços de saúde e promover geração de empregos devem ser as prioridades do governo para 2019.

Em seguida, aparecem combater a corrupção e combater a violência e a criminalidade, ambos com 36%, e melhorar a qualidade da educação, apontada por 33%.

MELHORIAS

O levantamento mostra que 2 em cada 3 brasileiros acreditam que a situação econômica do país vai melhorar em 2019, enquanto parcela similar espera que a própria vida vai melhorar ou melhorar muito no próximo ano.

Cerca de 4 em cada 10 brasileiros (43%) acreditam que a segurança pública está entre os principais problemas que vão melhorar no primeiro ano de governo do presidente eleito. Em seguida, aparecem a corrupção (37%) e o desemprego (36%).

 

Via: Poder 360

  • Compartilhe:

Publicidade