CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR APROVA PLANO PLURIANUAL

30 de nov de 2017

Sessão da Câmara Municipal de Salvador

Com 27 votos a favor e oito contra, a Câmara Municipal de Salvador aprovou, na noite desta quarta-feira (29), o Projeto de Lei nº 452/2017, que institui o Plano Plurianual (PPA) 2018-2021, cujas diretrizes para investimentos são de R$33,9 bilhões, sendo R$30,2 bilhões de recursos orçamentários e R$3,7 bilhões de recursos extraorçamentários. Para saúde e educação estão disponibilizados R$5,8 bilhões e R$4,9 bilhões respectivamente de recursos legalmente vinculados e/ou captados mediante convênios e operações de créditos. De acordo com o projeto, o PPA 2018-2021 prevê a captação R$984,1 milhões na forma de convênios. Sendo R$282 milhões referentes a transferências para a área de educação e R$73 milhões destinados à saúde, sobretudo para aplicação em reforma e ampliação de unidades de atendimento. Ainda segundo o texto da matéria, as operações de crédito externas e internas serão responsáveis pelo aporte de R$ 2,2 bilhões nos próximos quatro anos. As operações internas vão superar R$1 bilhão, com destaque para os recursos oriundos da Caixa Econômica Federal (R$ 955 milhões) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que será responsável pelo repasse de R$ 101,6 milhões. As operações de crédito externas alcançarão R$1,2 bilhão, com captação junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com montante estimado em R$334,3 milhões, ao Banco Mundial, com valor de R$660 milhões, e ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), que vai repassar R$190,6 milhões. O PPA 2018-2021, que estabelece as diretrizes, objetivos e metas da Administração Pública Municipal, está assentado em oito eixos estratégicos – sete do Executivo e um vinculado ao Legislativo – que envolvem 17 programas e 277 ações (projetos e atividades).

  • Compartilhe:

Publicidade