CÂMARA FEDERAL VAI VOTAR NOVO REFIS QUE PODE SALVAR MUITAS EMPRESAS E IMPULSIONAR A GERAÇÃO DE EMPREGOS
17 de dezembro de 2021

 

O governo Jair Bolsonaro (PL) pode ter uma perda de R$ 92,1 bilhões em 2022, caso a Câmara aprove o novo programa de renegociação de dívidas para devedores da União com mudanças que favorecem grandes empresas devedoras. A votação do texto ocorreria na noite desta quinta-feira (16), mas a fixação de benefícios maiores que os concedidos a pequenas empresas levou parlamentares do centrão e da oposição a obstruir a sessão.
Com isso, a apreciação do Refis foi adiada. Uma nova votação só deve ocorrer no início da legislatura em 2022.
Segundo os cálculos oficiais, obtidos pela Folha, a versão da Câmara levaria o governo a arrecadar R$ 35,7 bilhões com as adesões. Mas a renúncia com descontos e uso de créditos para abater o valor da dívida é bem maior, de R$ 127,8 bilhões.
O impacto é significativo porque as mudanças feitas pelo relator, deputado André Fufuca (PP-MA), beneficiam grandes empresas devedoras, com descontos generosos em multas e juros, ainda que elas tenham tido lucro durante a pandemia de Covid-19.
Na versão anterior, aprovada no Senado, o programa concedia os maiores benefícios para companhias que enfrentaram dificuldades na crise.
Na quarta-feira (15), o relator protocolou o texto com alterações como a redução do valor do pagamento de entrada e a ampliação nas possibilidades de uso de créditos para abater o saldo das dívidas.
Na noite desta quinta (16), um novo parecer ainda acabou com a gradualidade dos descontos, que buscava favorecer mais contribuintes que tiveram as quedas mais significativas no faturamento durante a crise. A intenção do relator de conceder descontos lineares foi antecipada pela Folha.
O programa é classificado por técnicos da área econômica como “muito pior” do que havia sido aprovado no Senado.
O governo estima que R$ 554,1 bilhões em dívidas serão negociados no programa, dos quais R$ 362 bilhões vão desaparecer.
A principal explicação é o artigo que dá condições ainda mais favoráveis de negociação. O dispositivo permite a quitação integral da dívida com os créditos de prejuízo fiscal ou base de cálculo negativa da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), após descontos de 90% em juros e multas e 100% em encargos.
No limite, empresas em boas condições financeiras, mas que tiverem prejuízos fiscais acumulados nos balanços, poderiam usá-los para quitar as dívidas sem desembolsar nenhum centavo.
Antes da divulgação oficial do parecer, Fufuca havia negado que permitiria o uso indiscriminado dos créditos para abater as dívidas.
“Há um limite para o prejuízo fiscal, tanto na transação [tributária, outra modalidade de negociação] quanto no Refis. Alguns limites serão alterados, mas não vai ser 100%, porque senão a União não vai recolher nada”, afirmou o relator.
No Ministério da Economia, porém, a interpretação é que essa segunda modalidade abre brecha para que toda a dívida seja quitada com o uso dos créditos, sem necessidade de pagamento em dinheiro.
A possibilidade de uso de créditos de terceiros, isto é, de outras empresas (inclusive inativas), amplia ainda mais a chance de grandes devedores regularizarem sua situação sem desembolsar nada, segundo avaliação de técnicos do governo. A medida também dificulta a fiscalização pela Receita Federal.
A área econômica vê o texto como uma bomba fiscal e classifica o desenho elaborado pela Câmara como o Refis mais agressivo já visto.
Segundo os cálculos da Economia, o prejuízo líquido -resultado da diferença entre arrecadação e perdas totais- seria de R$ 31,9 bilhões em 2023 e de R$ 36 bilhões em 2024.
Nos últimos dias, Fufuca contestou o prejuízo apontado por técnicos da área econômica. “Como é que você pode alegar que essas empresas vão ter condições de pagar se não for por meio do Refis, das condições que estamos criando? Se ela não pode pagar, consequentemente não vai ter arrecadação, o governo federal não vai receber esse recurso. Então está perdendo o quê?”, disse o deputado antes da votação.
Pela LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), porém, a concessão de descontos ou o uso de créditos de prejuízo fiscal para abater o saldo devedor são considerados renúncias de receitas.
A versão final do parecer, apresentada em plenário, dá a todos os contribuintes o mesmo tratamento em termos de benefícios e condições de parcelamento, independentemente da situação financeira.
Eles receberiam desconto de 70% em juros e multas e 100% em encargos e honorários advocatícios. O texto também permite abater até 50% da dívida com uso de créditos de prejuízo fiscal ou base de cálculo negativa da CSLL.
A equipe econômica é contra esse formato, por privilegiar devedores contumazes, que teriam acesso às mesmas condições dadas a contribuintes mais afetados pela crise. O relator, por sua vez, defende “democratizar o acesso ao Refis”.
Caso a Câmara aprove o texto e o Senado confirme as mudanças, o Palácio do Planalto pode vetar os pontos que violarem normas de adequação financeira.
Os cálculos do Ministério da Economia foram feitos com a versão inicial do parecer, que previa a possibilidade de renegociar dívidas com a União mediante o pagamento de uma entrada de 2,5% a 10% do valor devido.
O valor ficaria abaixo do aprovado pelo Senado, que ia de 2,5% a 25%, conforme o grau do prejuízo sofrido durante a pandemia.
As dívidas teriam descontos de 65% a 90% em juros e multas e 75% a 100% em encargos, conforme o grau de prejuízo da empresa durante a crise.
O texto ainda permitiria a liquidação do saldo remanescente com o uso de créditos tributários obtidos quando há prejuízo fiscal ou base de cálculo negativa da CSLL, com limite entre 25% e 50% da dívida.
Com as mudanças de última hora promovidas por Fufuca, técnicos da área econômica admitem que o rombo nas contas pode ser até maior que o estimado.
Mesmo no auge da crise, muitas empresas pagaram tributos sem descontos, em dia ou com prazos alargados graças aos diferimentos concedidos pelo governo em 2020 e 2021.
Por isso, o texto negociado com os senadores até permitia que contribuintes sem queda no faturamento ingressassem no Refis, mas mediante o desembolso de um valor maior de entrada e com acesso a descontos menos generosos.
Pela versão da Câmara, grandes contribuintes teriam acesso a condições sem precedentes em um programa de renegociação de dívidas com a União.
Os benefícios seriam maiores até mesmo que os aprovados para microempreendedores individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas, ponto que foi alvo de queixas dos parlamentares antes do adiamento da votação.
Mais cedo, os deputados haviam aprovado o Relp (Programa de Renegociação em Longo Prazo), destinado a refinanciar dívidas das empresas menores. O texto foi aprovado por 382 votos favoráveis e 10 contrários. Agora, segue para sanção do presidente.
O prazo de adesão ia até 30 de setembro de 2021, e os débitos poderão ser quitados em 15 anos. As regras da proposta estabelecem que a entrada poderá ser parcelada em oito vezes e será de 1% a 12,5% do valor total da dívida.
Uma emenda de redação aprovada nesta quinta ajustou o prazo de adesão para o último dia útil do mês seguinte à publicação da lei.
Nessa modalidade, os juros e as multas terão descontos de 65% a 90% e de 75% a 100% de encargos legais.
PROGRAMA DE RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS COM A UNIÃO
COMO ERA NO SENADO
– Pagamento de entrada entre 2,5% e 25% do valor da dívida, de acordo com a queda observada no faturamento entre março e dezembro de 2020
– Quitação da entrada em cinco prestações
– Descontos progressivos, de 65% a 90% em juros e multas e de 75% a 100% em encargos. Quanto maior a queda no faturamento, maior o abatimento
– Limite para uso de créditos de prejuízo fiscal, de 25% a 50% da dívida
COMO FICOU NA CÂMARA
Opção 1
Pagamento de entrada ficaria de 10% do valor da dívida, em até dez prestações Descontos de 70% em juros e multas e 100% em encargos, independentemente da situação financeira do contribuinte
Opção 2
Possibilidade de quitação integral da dívida com créditos de prejuízo fiscal Descontos de 90% em juros e multas e 100% em encargos, independentemente da situação financeira do contribuinte

 

Bahia Notícias com edição do Mural do Oeste

  • Compartilhe:

Mais do Mural do Oeste

Mais do Mural do Oeste

20/05/2022 HOSPITAL DO OESTE INICIA ATENDIMENTO EM ONCOLOGIA       A espera semanal de 16 horas dentro de um ônibus chegou ao fim. A rotina de dona Maria Francisca há seis meses, após a descoberta de um câncer de mama em tratamento em Salvador, a 870 quilômetros de Barreiras, agora será transformada com o início dos atendimentos da UNACO ...
  • Compartilhe:

20/05/2022 JERÔNIMO REFORÇA ALIANÇA COM LULA E DIZ QUE NÃO HÁ COMO SER NEUTRO DIANTE DA FOME E DO DESEMPREGO   “Nas eleições deste ano, teremos dois lados muito bem definidos. De um lado, está o presidente do desemprego, que é o pior presidente da história do Brasil. Do outro, temos Lula, o presidente da esperança, aquele que mais gerou empregos na história do Brasil”. A declaração é do ...
  • Compartilhe:

20/05/2022 OZIEL E JUSMARI MOBILIZAM COMITIVAS DA REGIÃO QUE JÁ ESTÃO CHEGANDO PARA PARTICIPAR DO PGP EM BARREIRAS COM JERÔNIMO, GERALDO JÚNIOR, OTTO, VAGNER E ANGELO CORONEL   Foto de arquivo Oziel e Jusmari utilizam seu poder de mobilização junto a lideranças políticas das diversas cidades do território do Rio Grande que já estão chegando para participar do PGP -Programa de Governo Participativo – evento que acontecerá neste sábado, 21, as 9 da manh ...
  • Compartilhe:

20/05/2022 ENTIDADES LANÇAM NOTA EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DA ELEIÇÃO     Entidades das áreas de ciência e imprensa divulgaram nota nesta quinta-feira (19) em defesa da democracia e do sistema eleitoral brasileiro, em um contexto de ataques desferidos às urnas eletrônicas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). O texto é assinado por SBPC (Sociedade Brasil ...
  • Compartilhe:

20/05/2022 KALIL ANUNCIA ALIANÇA COM LULA EM MINAS APÓS IMPASSE E DESISTÊNCIA DE VICE   Pré-candidato ao Governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil (PSD) anunciou nesta quinta-feira (19) a aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no estado. Kalil se reuniu com o deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG), coordenador da campanha de Lula em Minas, e com o deputad ...
  • Compartilhe:

20/05/2022 485.666 TRABALHADORES TÊM ABONO DO PIS PASEP PARA SACAR   Os trabalhadores têm R$ 443 milhões em abonos salariais do PIS e do Pasep que ainda podem ser sacados até o dia 29 de dezembro. O abono pago é de até R$ 1.212, dependendo da quantidade de meses trabalhados em 2020. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Previdência, 485.666 abonos d ...
  • Compartilhe:

20/05/2022 PASSAGEIROS REAGEM A ASSALTO EM ÔNIBUS E CAPTURAM CRIMINOSO   Foto: Reprodução / TV Bahia Passageiros de um ônibus reagiram a um assalto a ônibus e conseguiram capturar o criminoso. A ação aconteceu na manhã desta sexta-feira (20), na região do Dique do Tororó.   De acordo com informações da TV Bahia, o homem anunciou o assalto e tomou o ...
  • Compartilhe:

20/05/2022 86% CIPM COM REFORÇO DA CIPE CERRADO E CIPRV/BARREIRAS INTENSIFICA O POLICIAMENTO EM SANTA RITA DE CÁSSIA   Ontem, quinta-feira, 19, a 86ª CIPM com reforço da CIPE Cerrado e CIPRV/Barreiras intensifica o policiamento em Santa Rita de Cássia. Está sendo reforçado o policiamento mediante rondas, abordagens a veículos e pessoas em pontos estratégicos, com o objetivo de reduzir os índices de cr ...
  • Compartilhe:

19/05/2022 APÓS INDICAÇÃO DA VEREADORA TETEIA CHAVES, UNIDADE DE SAÚDE DO BAIRRO VILA DOS FUNCIONÁRIOS TERÁ SEDE PRÓPRIA E REFORMAS DAS QUADRAS POLIESPORTIVAS   A vereadora Teteia Chaves conquistou mais uma importante vitória do seu mandato. A parlamentar recebeu a confirmação nesta quinta-feira, que o bairro Vila dos Funcionários irá ser contemplada com a sede própria da Unidade de Saúde do Bairro. Além disso, a gestão municipal confirmou a ...
  • Compartilhe:

19/05/2022 PESQUISA GENIAL/QUAEST: DIFERENÇA ENTRE ACM NETO E JERÔNIMO RODRIGUES CAI PARA 13 PONTOS Fotos: Divulgação / Ascom A pesquisa Genial/Quaest mostrou que a diferença entre Jerônimo Rodrigues (PT) e ACM Neto (União Brasil) é de 13 pontos. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira (17) pelo jornal A Tarde. Na pesquisa, Jerônimo aparece com 34% das intenções de voto quando tem ...
  • Compartilhe:

19/05/2022 BARREIRAS: OZIEL E JUSMARI PARTICIPAM COM JERÔNIMO, OTTO E GERALDO JÚNIOR DO PGP NESTE SÁBADO NO GIL FRANÇA     O fim de semana vai ser de intensa movimentação política em Barreiras. O pré-candidato a deputado federal Oziel Oliveira e a deputada Jusmari Oliveira estarão ao lado do pré-candidato ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues, do vice Geraldo Júnior, do senador Otto Alencar e do ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 RIACHÃO DAS NEVES: EMBASA PROMOVE REUNIÃO COMUNITÁRIA NO DISTRITO DE CARIPARÉ Com o início da operação do abastecimento de água no distrito de Cariparé, em Riachão das Neves, a Embasa reuniu na última segunda-feira (9) os moradores para esclarecer as principais dúvidas sobre a prestação do serviço de abastecimento de água. Na oportunidade, a área de operação di ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 ABL CONQUISTA UMA SEDE NO CENTRO HISTÓRICO     O local será incorporado aos espaços utilizados para a FLIB A Academia Barreirense de Letras (ABL) vai inaugurar oficialmente sua primeira sede na próxima segunda-feira (23) às 11h. A entidade completa 17 anos de fundação no dia 20 de maio, com um trabalho voltado para o fomento ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 EM RIACHÃO DAS NEVES, COMUNIDADES RURAIS SÃO BENEFICIADAS COM A ABERTURA DE TANQUES PARA RESERVAÇÃO DE ÁGUA POR INICIATIVA DO DEPUTADO TITO O deputado Tito viabilizou a abertura de aguadas para as comunidades de Rio Branco e Rio Branco V, no município de Riachão das Neves, fortalecendo a agricultura familiar, trazendo mais dignidade para os agricultores e pecuaristas do município. Vale lembrar que uma das maiores preocupações do pa ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 EX-JOGADOR DE FUTEBOL DE ORIGEM BARREIRENSE É LEITOR DO MURAL DO OESTE NO RIO DE JANEIRO   Silvininho Moreno, morador do Rio de Janeiro em Campo Grande, ex jogador do Campo Grande, origem familiar de Barreiras, porém carioca, todos anos vem a Barreiras no período do cajui, curtir o rio de ondas e saborear a cachaça da região, é um grande leitor do Mural do Oeste no Rio de Jan ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 BARREIRAS 100% PAVIMENTADA: ESTRADA DO VAU DA BOA ESPERANÇA ESTÁ SENDO PAVIMENTADA E VAI DINAMIZAR ECONOMIA DA REGIÃO DO RIO DE ONDAS       A Prefeitura de Barreiras executa, desde o mês de março, a segunda etapa de pavimentação asfáltica da estrada do Val da Boa Esperança, zona rural do município. Na primeira fase da obra, a Gestão Municipal já havia concluído mais de três quilômetros de pavimentação ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 FILHO DE LULA É ASSALTADO COM ARMA DE BRINQUEDO   Luís Cláudio (foto), filho de Lula, foi vítima de um assalto na rua Vergueiro, Zona Sul de São Paulo, na noite dessa terça terça-feira (17). Ele estava no trânsito quando foi abordado por quatro menores de idade. Dois deles bateram com uma arma de brinquedo no vidro do carro. Os cr ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 INSCRIÇÕES PARA O ENEM 2022 TERMINAM NO SÁBADO Os interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até o próximo sábado (21) para fazer a inscrição, habilitando-se para as provas que serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro. As inscrições para o Enem 2022, tanto para a edição impressa como para a digital, d ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 SOLIDARIEDADE TEM ENTRADA GARANTIDA NA BAHIA FARM SHOW Novamente, a Bahia Farm Show trará a marca da solidariedade junto com o que há de mais moderno em tecnologia agrícola. Com o retorno do evento presencial da feira, que será realizada entre os dias 31 de maio a 04 de junho, em Luís Eduardo Magalhães, o Ingresso Solidário continuará revertendo ...
  • Compartilhe:

18/05/2022 SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DA BAHIA DEFENDE DESCRIMINALIZAÇÃO DA MACONHA O secretário da Segurança Pública da Bahia, Ricardo Mandarino, defendeu a descriminalização do uso de drogas como a maconha. O discurso, que viralizou nesta terça-feira (17), após ficar disponível no canal da Superintendência de Prevenção à Violência (SPREV), foi feito em um congresso, ...
  • Compartilhe:

Publicidade

Publicidade