BREJOLÂNDIA COMPLETA 58 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA

16 de jul de 2020

A cidade de Brejolândia, oeste baiano, está completando 58 anos de emancipação política, nesta quinta-feira, 16 de julho. Cidade de homens e mulheres trabalhadores, a economia da cidade é baseada na atividade pecuária, por possuir extensas áreas de pastagens e grande rebanho bovino, o município possui como característica principal a atividade de recria e engorda.

A sede do município se encontra incrustada em meio a imensas formações rochosas chamadas de serras, presenteando os moradores e visitantes com exuberante e belas paisagens naturais. No interior do município existem diversas formações de cavernas e riachos, estes últimos utilizados como fonte para irrigação de pequenas propriedades produtoras de hortaliças.

O povoado de Brejo-Velho, como era chamado o município inicialmente, foi emancipado através da Lei Estadual nº. 1.721, de 16 de julho de 1962 e ficou com um território de 2.744,487 km². Sua população urbana e rural é de aproximadamente 11.500 habitantes, limita-se com as cidades de Wanderley, Cristópolis, Serra Dourada, Sítio do Mato, Muquém do São Francisco e Tabocas do Brejo Velho e distante a 784 quilômetros de Salvador.

Historicamente, Brejolândia surge a partir da vinda de bandeirantes e exploradores à procura de riquezas minerais e de melhores terras para a agricultura e pecuária.

O Mural do Oeste deseja que cada morador de Brejolândia seja parte de uma transformação na construção de uma cidade melhor, com valores que influenciem as novas gerações, no processo de evolução de toda a sociedade. Parabéns a Brejolândia e aos seus milhares de cidadãos!

  • Compartilhe:

Publicidade