BOLSONARO SINALIZA QUE VAI SANCIONAR FUNDO ELEITORAL DE R$ 2 BILHÕES

04 de jan de 2020

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), indicou, nesta quinta-feira (02/01/2020), que irá sancionar o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), conhecido como Fundão, alegadamente para não incorrer em crime de responsabilidade fiscal.

No Facebook, Bolsonaro escreveu sobre o valor do Fundão de R$ 2 bilhões, enviado por ele e aprovado pelo Congresso Nacional antes do recesso legislativo.

O presidente não confirmou o que fará, mas deu a entender que não vetará o fundo, porque, supostamente, poderia ter um processo de impeachment aberto contra ele.

O texto explica o que é o Fundão e a tentativa de negociação dos parlamentares para que o valor aumentasse para R$ 3,8 bilhões no Orçamento de 2020.

No entanto, após conversas com os líderes do governo no Parlamento, congressistas decidiram aceitar a proposta de R$ 2 bilhões, enviada pelo próprio governo.

 

Via: Metropoles

  • Compartilhe:

Publicidade