BOLSONARO SE DISSE ADMIRADOR DE HUGO CHÁVEZ, E AFIRMOU QUE O COMUNISMO É PRÓXIMO DO MEIO MILITAR.

11 de dez de 2017

Ouvido pelo Estadão na edição de 4 de setembro de 1999, Jair Bolsonaro chamou Hugo Chávez, que assumira o poder na Venezuela sete meses antes, de “esperança para a América Latina”.

“Gostaria muito que esta filosofia chegasse ao Brasil. Acho ele ímpar. Pretendo ir à Venezuela e tentar conhecê-lo”, disse o deputado.

Bolsonaro afirmou ainda que Chávez poderia fazer “o que os militares fizeram no Brasil em 1964, com muito mais força” e que “não tem nada mais próximo do comunismo do que o meio militar”.

 

O antagonista

 

  • Compartilhe:

Publicidade