BARREIRAS: UM FUÁ DANANDO NO FECHAMENTO DAS FILIAÇÕES PARA AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DESTE ANO

05 de abr de 2020

Foi um tendepá, um fuá, um bafô, um fuzuê, o fechamento das filiações dos pré-candidatos a vereador que vão disputar as eleições proporcionais deste ano em Barreiras. Neste 4 de abril inesquecível,  teve de tudo: surpresa de última hora, calundu dos grandes, esperneio para todo lado e até partido que não conseguiu fechar o número de candidatos. Um presidente de partido que falou com o Mural do Oeste disse que há muitos anos acompanha o processo eleitoral de Barreiras mas que nunca tinha visto nada parecido. “Foi gente chorando e gritando alto; “O que foi que eu fiz para merecer isso?”, foi partido se desfazendo para enfiar os candidatos na marra em outro partido, foi partido que não aceitava candidatos de muitos votos com medo de servir de escada para eleger outros.  O trem foi cabuloso” sintetizou a fonte do Mural que pediu para não ser identificado. Ele assegurou que o processo vai deixar sequelas e que será preciso muito esforço dos diversos líderes partidários para apaziguar os ânimos da turma. O panavoeiro atingiu quase todos os grupos políticos de Barreiras. “O trem foi feio, quando eu vi que num dava jeito, larguei a confusão de lado, fui  tomar uma cerveja, tirar uma soneca e deixei eles se resolverem lá. Tô fora de confusão” finalizou o articulador político, pedindo mais uma vez para que seu nome não fosse revelado. Vamos aguardar o período pós-filiação pois é possível que haja um freio de arrumação para agradar os chorosos e descontentes.

  • Compartilhe:

Publicidade