BARREIRAS: ”POR ONDE PASSAR, MINHAS MÃOS NUNCA SERÃO SUJAS POR CORRUPÇÃO”, AFIRMA CARMÉLIA DA MATA

26 de mar de 2021

A vereadora e presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Barreiras Carmélia da Mata convocou juntamente com toda a diretoria do SINDSEMB, a imprensa para uma entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 25. A coletiva foi convocada para comentar a nota emitida pelo município sobre o processo de regularização dos descontos e repasses de recursos dos servidores ao sindicato.

Na nota, a prefeitura afirma ter repassado o montante total de R$ 1.911,547,83 nos últimos quatro anos ao SINDSEMB. A diretoria do sindicato presidido pela vereadora Carmélia da Mata se manifestou esclarecendo que não há emprego de verba pública no SINDSEMB e sim um repasse de desconto aprovado pelos servidores. Além disso, com o cálculo do valor diluído nos últimos quatro anos, o sindicato teria um repasse mensal de R$ 39.833,00. O SINDSEMB possui 5 funcionários, 3 advogados em sua assessoria, um clube com 2 funcionários, além de gastos com água, energia, internet. Não parece ser o valor fora de realidade.

Questionada pela reportagem do Mural do Oeste, Carmélia afirmou que o sindicato sempre esteve aberto ao diálogo e que considerou a publicação da nota uma tentativa de desconstrução do seu mandato como presidente, com a mera divulgação de “vultuosos recursos”, sem as devidas explicações a sociedade. A vereadora classificou a publicação da nota como ”lamentável” e reafirmou que seguirá uma intransigente defensora do que for de fato e de direito, o melhor para Barreiras. Em determinado momento de sua fala, Carmélia relembrou que as contas do sindicato já foram objeto de auditoria e tiveram a sua lisura comprovada. ”Por onde eu passar, minhas mãos nunca serão sujas por corrupção”, afirmou a vereadora e presidente do SINDSEMB.

A prefeitura de Barreiras afirma ter como objetivo legitimar o repasse de recursos processados e repassados ao sindicato, celebrando um Termo de Convênio. Os descontos já ocorrem mediante autorização prévia dos servidores.

 

  • Compartilhe:

Publicidade