BARREIRAS: ”O COMÉRCIO NÃO É O VILÃO”, AFIRMA PRESIDENTE DA CDL SOBRE MEDIDAS RESTRITIVAS

20 de maio de 2021

 

Na tarde desta quarta-feira (19), o Mural do Oeste conversou com o presidente da CDL, Fábio Nogueira, que informou como a entidade e os comerciantes receberam o decreto municipal que restringe as atividades comerciais em Barreiras. Fábio afirmou entender a gravidade da disseminação da Covid-19 no município, mas afirmou que ”o comércio não é o vilão”.

O presidente da CDL de Barreiras afirmou ainda que a entidade não foi comunicada de forma antecipada sobre o decreto, assim como também não se reuniu com nenhum representante da gestão municipal após a publicação das medidas restritivas. ”Em todas as outras ações de combate a Covid-19, fomos comunicados e tivemos um diálogo. No decreto que está em vigor, os comerciantes não puderam apresentar seu ponto de vista”, disse Fábio.

Questionado pela reportagem do Mural do Oeste sobre a possibilidade de prorrogação das medidas restritivas, o presidente da entidade afirmou que ainda é cedo para opinar sobre uma possível prorrogação, mas disse que um período maior de restrições pode provocar demissões em massa e o fechamento definitivo de empresas em Barreiras.

”Apesar do prefeito ter ajudado o comércio com a sua permanência aberto mesmo durante altos índices de ocupação de leitos de UTI e leitos clínicos, muitas empresas não suportariam mais 10 dias de fechamento. Todo o comércio já convive com a queda nas vendas há pelo menos seis meses, com o fechamento total por um longo período, é bastante provável que muitas empresas não consigam manter suas atividades”, finalizou o presidente da CDL de Barreiras, Fábio Nogueira.

 

  • Compartilhe:

Publicidade