BARREIRAS: DIÁLOGO COM AS ESCOLAS DA REDE PRIVADA DISCUTE PLANO PARA O ANO LETIVO 2021

12 de jan de 2021

????????????????????????????????????

Nesta tarde de segunda-feira (11), representantes de onze escolas da rede privada de ensino estiveram reunidos no gabinete do vice-prefeito, Emerson Cardoso, juntamente com a secretária de educação, Cátia Alencar, o secretário de saúde Melchisedec Alves, a subsecretária de saúde Jamille Rodrigues e o coordenador da Vigilância Sanitária, Canuto Ayres Júnior, para discutirem o plano escolar, sanitário e fiscalização das escolas particulares para o ano letivo 2021.

As escolas particulares finalizaram suas atividades em dezembro, obedecendo às restrições da pandemia do Coronavírus, oferecendo o sistema de ensino online e aplicativo whatsapp. Para o ano letivo de 2021, os diretores das escolas questionam as tratativas para definição da data para matrícula e início das aulas.

O vice-prefeito Emerson Cardoso conduziu o diálogo, encaminhando as demandas para a secretária de educação, Cátia Alencar. Ela explicou que a rede municipal tem previsão de retorno para o dia 18 de janeiro, adotando sistema híbrido e de escalonamento. “Precisamos deixar tudo muito claro: a rede particular precisa da autorização do Governo do Estado para iniciar as aulas presenciais e precisa da homologação do município para aprovação do plano biossanitário de retomada, por isso foi exigido. O plano escolar e sanitário das escolas da rede privada foi apresentado a Vigilância Sanitária e agora passará pelo aval do Comitê de Operações e Emergência em Saúde – COE. Todos os protocolos protetivos deverão ser seguidos à risca, lembrando que ainda estamos numa situação de pandemia”, disse a secretária Cátia.

O presidente do Conselho de Administração da COOPEB, David Marcelino Almeida Schimdt, explicou que a reunião conjunta com as direções escolares facilitou a escolha de uma data única, minimizando as dúvidas em torno da matrícula e retorno às aulas.

“Já reunimos com os pais, e temos um feedback de 80% ou mais de aprovação para o retorno presencial das aulas. E já conseguimos vislumbrar que a maioria está optando pelo sistema híbrido e isso cabe, a cada instituição definir. No nosso ambiente escolar, preparamos o plano sanitário, higienização das salas, testagem dos colaboradores, uso de máscaras e todos requisitos necessários para proteção dos nossos professores e estudantes. Nosso ponto X agora é a data para iniciar as matrículas e divulgação do início do ano letivo, e isso será definido posteriori com todas as escolas da rede privada”, ressaltou David.´

Ao final, o vice-prefeito Emerson Cardoso destacou a importância do atendimento às recomendações dos órgãos de saúde, decretos e aprovação do plano biossanitário das instituições de ensino.

“O alinhamento das ações foi importante para demonstrar que temos total interesse no retorno imediato das aulas também das escolas particulares, desde que atendidos os protocolos sanitários e de segurança. Nos colocamos à disposição, e a Prefeitura continuará dando orientação e suporte necessário dentro da sua área de competência”, finalizou Emerson.

  • Compartilhe:

Publicidade