BARREIRAS: CARMÉLIA DA MATA DEVE SER VOZ ANTAGONISTA AOS DEMAIS COLEGAS VEREADORES NOS PRÓXIMOS QUATRO ANOS

05 de jan de 2021

Poucos dias após a posse dos vereadores eleitos na cidade de Barreiras, o cenário político dentro do legislativo municipal parece extremamente claro para todos os observadores. Assim como já ocorreu nos últimos quatro anos, o prefeito Zito Barbosa irá contar com uma imensa maioria de apoiadores na Câmara de Vereadores e terá como única voz combativa as pautas do seu governo, a vereadora e presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Barreiras, Carmélia da Mata.

Em conversa com a reportagem do Mural do Oeste na manhã desta terça-feira, 05, Carmélia afirmou que irá cumprir o seu papel de fiscalizar as ações do poder executivo e a aplicação dos recursos públicos. ”Apesar da aprovação popular do prefeito, há uma reprovação ao comportamento e a conduta dos vereadores. Percebemos que os munícipes e os eleitores querem uma ação diferenciada do poder legislativo, uma verdadeira representação, acompanhando a aplicação dos recursos públicos tanto do executivo, quanto do legislativo. Entretanto, afirmo que todo e qualquer projeto que venha beneficiar Barreiras terá o meu apoio e jamais ficarei contra o desenvolvimento do município”, afirmou Carmélia da Mata.

A vereadora ressaltou ainda a importância da participação popular nos debates realizados na Câmara de Vereadores e disse ainda que toda sua atuação terá como objetivo levar os benefícios necessários para a população.

”Quero fazer um trabalho que conscientize a população a participar e acompanhar as ações do legislativo municipal, pois só é possível cobrar estando presente nas sessões, principalmente por ser a Casa Legislativa a responsável por deliberar sobre diversos temas que atingem diretamente toda a população de Barreiras. É preciso acompanhar como vota um vereador em determinados projetos e avaliar sua conduta como legislador. O mandato vem do povo e tem que ser retornado ao povo, portanto, não podemos esquecer quem foram as pessoas responsáveis por nos conduzirem a este cargo, que não é uma carreira e sim uma condição temporária”, finalizou Carmélia da Mata ao Mural do Oeste.

 

  • Compartilhe:

Publicidade