BARREIRAS: CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA GRIPE COMEÇA NESSA SEGUNDA-FEIRA, 23

23 de mar de 2020

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe (Influenza) começa nessa segunda-feira (23). Para esta primeira etapa, os públicos prioritários são os idosos e profissionais da saúde. Com a proposta de evitar aglomeração de pessoas, a Secretaria de Saúde de Barreiras adotou um atendimento especial para os idosos, considerados como os mais vulneráveis para o novo Coronavírus (Covid-19). Dessa forma, serão disponibilizadas 15 equipes da Coordenação de Imunização (COPIM) e da Atenção Básica que passarão nas ruas por toda cidade, das 08h à 17h, com auxílio do carro de som anunciando a chegada da equipe de vacinação.

 Os idosos que, por algum motivo, não conseguirem ser vacinados poderão entrar em contato com a COPIM através dos telefones: (77) 3613 9841 e 9.9813-0287 (Whatsapp) para agendar a visita do vacinador. Já a vacinação para os idosos que moram na zona rural acontecerá entre os dias 14 a 29 de abril.

Para o êxito da vacinação a cidade foi dividida em 13 regiões, sendo:

Região 1 – Cidade Nova, Alphaville, Sombra da Tarde, Mimoso I e II e Jardim Vitória

Região 2 – Vila Nova e Loteamento Rio Grande

Região 3 – Santa Luzia (2 equipes)

Região 4 – São Miguel, Vila Brasil e Vila Dulce

Região 5 – Centro

Região 6 – Flamengo, Serra do Mimo e Bandeirantes

Região 7 – Novo Horizonte, Ouro Branco e Sandra Regina

Região 8 – Renato Gonçalves, Aratu e Morada da Lua

Região 9 – Lot. São Paulo, Boa Sorte, Vila Juri e Recanto dos Pássaros

Região 10 – Barreirinhas, Vila do SAS

Região 11 – Vila Rica, Vila Funcionários, Caic, Vila Amorim, Santo Antônio e Nova Conquista (2 equipes)

Região 12 – São Pedro, Vila Soldado e Morada Nobre

Região 13 – Arboreto e São Francisco

A segunda etapa da Campanha terá início no dia 16 de abril com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento. Já a terceira fase, que começa no dia 9 de maio, priorizará crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e pessoas com deficiência.

  • Compartilhe:

Publicidade