AUTORIZADA CONSTRUÇÃO DO PRIMEIRO CENTRO DE PARTO NORMAL DE BARREIRAS

02 de set de 2019

 

Com foco numa atenção humanizada para o atendimento à mulher e ao recém-nascido no momento do parto e do nascimento, seguindo as diretrizes do Sistema Único de Saúde, do que preconiza o Ministério da Saúde e em conformidade com a Rede Cegonha, o prefeito Zito Barbosa assinou na manhã dessa quinta-feira, (29), a ordem de serviço para a construção do Centro de Parto Normal de Barreiras, o primeiro na região oeste da Bahia.

Acompanhado da primeira-dama Marisete Bastos, da vice-prefeita Karlúcia Macêdo, dos vereadores Almery Messias, B.I. Ayres, Cezar da Vila, Eugênio Fernandes, Hipólito dos Passos, Otoniel Teixeira, Silva Alves e Gilson Rodrigues, também do vice-reitor da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), Jackson Miranda, diretora administrativa do Hospital da Mulher, Marta Andrade, diretor médico, Dr. Geraldo Sucupira, coordenadora da Rede Cegonha de Barreiras e região, Maria Aparecida da Conceição, demais autoridades, médicos e funcionários da saúde, o prefeito Zito Barbosa, destacou a importância desse novo equipamento público para o oeste baiano.

“Hoje é um momento muito especial e esperado por essa equipe da Secretaria de Saúde que busca diariamente levar uma saúde de qualidade e humanizada à população de Barreiras, e tenho certeza que esse Centro de Parto Normal irá proporcionar essa qualidade as mães e os bebês que aqui nascerem. Hoje estamos na maratona da Saúde, que tem avançado muito no nosso município. Já entregamos o condomínio sede da Vigilância Sanitária, Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica pela manhã e entregaremos a tarde, duas novas unidades de saúde. No início de 2017, encontramos a atenção básica do município com 39% de cobertura, já estamos alcançando 70%, esse aumento significativo é devido ao trabalho humanizado realizado em todos os departamentos da saúde. Nossa meta é alcançar até o final desse ano, os 80%”, pontuou Zito Barbosa.

Segundo o secretário de saúde, Anderson Vian, que estava acompanhado da subsecretária Larissa Barbosa, no Centro de Parto Normal o recém-nascido permanecerá ao lado da mãe 24 horas por dia no mesmo ambiente até a alta hospitalar, com direito ao acompanhante.

“Esse é um dia muito especial, desejado por todos da gestão e da Secretaria Municipal de Saúde, em especial do Hospital da Mulher. Essa é uma política pública para a redução da mortalidade materno-infantil e, consequentemente, das cesarianas, que tem sido um pedido muito frequente em todo país. No parto normal, é permitido à mulher viver a maternidade em todas as fases, tenho certeza que esta levará conforto e atendimento de qualidade para às famílias de Barreiras e região”, pontuou.

O Centro de Parto Normal será interligado ao Hospital da Mulher e contará com quartos de Pré-natal, Parto e Pós-Parto (PPP). Um alojamento conjunto que oferecerá cuidados hospitalares ao recém-nascido, atenção humanizada ao parto e nascimento, respeitando o momento como experiência pessoal, cultural e familiar, fundamentada no protagonismo e autonomia da mulher que terá o direito de participar ativamente com a equipe médica, das decisões referentes ao seu parto.

  • Compartilhe:

Publicidade