ASSESSORA QUE ESTAVA NO CARRO DURANTE ASSASSINATO DE MARIELLE PRESTA DEPOIMENTO

17 de mar de 2018

Sobrevivente do ataque a tiros que matou a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes no Rio de Janeiro, a assessora dela falou em depoimento na Divisão de Homicídios o que presenciou. De acordo com o G1, ela contou que estava distraída, quando ouviu a vereadora dizendo “ué?” e, logo depois, o barulho de uma rajada. Logo depois, a testemunha disse ter ouvido o motorista dizendo apenas “ai”, já baleado. Ela também relatou que não conseguiu identificar o modelo do carro dos assassinos, e acredita que os tiros atingiram o veículo de trás para a frente, no sentido diagonal. Ainda segundo a assessora, Marielle não relatou estar sofrendo ameaças. No entanto, lembrou que uma outra assessora parlamentar foi abordada recentemente enquanto subia ou descia de um ônibus. O homem responsável pela abordagem perguntou em tom ameaçador se ela trabalhava para Marielle, mas, na ocasião, ela não deu muita importância. Na noite desta quinta-feira, dia seguinte ao crime, a assessora fez uma postagem em uma rede social na qual relatou a dor pela perda de quem chama de amiga. “[…] Na tentativa de calar a sua voz, a ampliaram ensurdecedoramente, em milhares de bocas”, escreveu. Ela terminou a mensagem com a hashtag #MarielleVive.

 

Via: Bahia Notícias

  • Compartilhe:

Publicidade