APÓS OPERAÇÃO DA PF, LULA PEDE A WAGNER PARA ”NÃO RECUAR”

28 de fev de 2018

Um telefonema de Lula para o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), horas após a deflagração da operação Cartão Vermelho foi interpretado como uma demonstração de que o atual secretário do Desenvolvimento Econômico é o favorito do ex-presidente para disputar o Palácio do Planalto em caso de ser impedido de concorrer no pleito.

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, Lula recomendou que o petista não abra mão de seus projetos políticos e “não recue”. Wagner foi alvo da ação da PF em uma investigação que apura suposto recebimento de propina paga pelo consórcio Fonte Nova Participações.

Ainda segundo o jornal paulista, embora Wagner tenha recebido apoio de petistas, dirigentes do partido já começaram a discutir nesta terça-feira (27) alternativas ao Palácio do Planalto. Além do ex-prefeito Fernando Haddad, nomes como os dos ex-ministros Patrus Ananias, Celso Amorim e do governador do Piauí, Welington Dias, são cogitados.

 

Via: Bocão News

  • Compartilhe:

Publicidade