APÓS 100 MIL MORTES POR COVID-19 NO PAÍS, MORO CUTUCA BOLSONARO: “NÃO PODEMOS DIZER E DAÍ”

08 de ago de 2020

O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, usou as redes sociais na tarde deste sábado (8) para lamentar as 100 mil mortes pelo novo coronavírus no Brasil e aproveitou para alfinetar o presidente Jair Bolsonaro.

“Não podemos nos conformar, nem apenas dizer ‘e daí’. São mais de 100 mil mortos; 100 mil famílias que perderam entes para a Covid. Que a ciência nos aponte caminhos e que a fé nos dê esperança”, escreveu Moro.

Folha de São Paulo

  • Compartilhe:

Publicidade