APOIO A MULHERES VÍTIMAS DE AGRESSÃO FOI TEMA DE ENCONTRO EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES

03 de mar de 2018

Um encontro realizado ontem (1º), no Centro Cultural, abordou a descentralização da Rede de Atendimento à Mulher Vítima de Violência. A atividade reuniu representantes da Vara Crime da Comarca do Fórum de Luís Eduardo Magalhães, Polícias Civil e Militar, integrantes do Cento de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e do Núcleo Jurídico da Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira (FAAHF). O objetivo do evento foi definir um protocolo de procedimentos para atender às mulheres vítimas de todo tipo de agressão.

“Se atingirmos nossa meta, nosso município terá resultados ainda mais expressivos na defesa dessas mulheres. Hoje, na humanidade, não há mais espaço para esse tipo de comportamento”, frisou a Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social, Rose Sanderson.

O encontro destacou ainda o importante trabalho desenvolvido pelo Programa Borboleta, criado em março do ano passado. A iniciativa presta assistência às mulheres em situação de violência desde o momento da agressão, o acompanhamento psicológico e a ajuda na realização dos trâmites legais, que dão maior segurança a quem busca justiça. “Ao contrário do que se observava há pouco tempo, muitos casos não eram registrados porque as vítimas tinham vergonha de expor a sua condição e o Programa Borboleta veio para reverter esse quadro”, explicou o Prefeito Oziel Oliveira.

Para fazer denúncias ou solicitar o apoio do Programa Borboleta, basta ligar para o número 77 98802-3662 ou se dirigir à Secretaria de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, na Rua José Cardoso de Lima, Centro.

  • Compartilhe:

Publicidade