ANANDA LIMA FALA SOBRE O DESAFIO DE SER PRESIDENTE DA ACADEMIA BARREIRENSE DE LETRAS

10 de maio de 2018

A escritora Ananda Lima diz que ainda está se acostumando com o fato de ser a nova presidente da Academia Barreirense de Letras. “É um novo desafio em minha vida e quero me empenhar para fazer o melhor que puder” disse em entrevista ao Mural do Oeste. Ananda já publicou três livros voltados para o público infantil UMA AVENTURA NA FLORESTA, JÚLIA E LETÍCIA VIVENDO COM AS DIFERENÇAS E UMA PROFESSORA DIFERENTE. Formada em pedagogia, ela se mostra extremante preocupada com a valorização da literatura em Barreiras e, em razão disso, abraçou a causa da ABL.

Ananda diz precisar de todos, dos escritores que já são membros da Academia, dos que ainda não são e do apoio da sociedade para fortalecer a entidade. “A Academia de Letras de Barreiras tem um potencial de crescimento muito grande, tem excelentes escritores e, agora precisa alcançar um reconhecimento ainda maior da sociedade pelo papel que representa e por tudo que pode significar no campo da filosofia, da cultura e da educação em Barreiras e até mesmo na região Oeste” frisou.

Ela diz que a participação na Flib – Feira Literária de Barreiras – já é um reconhecimento da importância da ABL, principalmente neste ano quando 16 autores terão seus livros publicados. “Foi uma luta muito grande da ABL  e que teve o apoio da Diretora de Cultura Emília Moreno para que os livros fosse editados. Percorremos um longo caminho até o dia em que o prefeito Zito Barbosa assinou a autorização para a publicação dos livros. Foi uma grande vitória não só da ABL mas da cultura de Barreiras” explicou.

Ananda diz que um dos seus objetivos é conseguir a sede própria da ABL. “Já conversei isso com o prefeito de Barreiras e ele se mostrou muito favorável a ideia. Vamos continuar trabalhando para que este sonho se transforme em realidade” pontuou.

A presidente parabenizou a curadoria da Flib, que tem a frente a professora Nelma Arônia – pela organização e pela forma democrática que vem conduzido o evento. “A Flib está se transformando em um dos maiores eventos culturais do interior da Bahia e isso muito se deve ao trabalho da professora Nelma, ao apoio da UNEB, da UFob e de diversas outras instituições. O tema O OESTE NA ROTA DAS LETRAS, por exemplo é fundamental e provoca reflexões importantes para a literatura de Barreiras e da região Oeste.

  • Compartilhe:

Publicidade