ADVOGADO CITADO NA OPERAÇÃO FAROESTE NEGA TER ACOBERTADO RUI BARATA FILHO EM QUAISQUER SITUAÇÕES

11 de abr de 2020

 

Anteriormente associado ao ex-juiz eleitoral Rui Barata Filho – citado na quinta fase da Operação Faroeste -, o advogado Thiago Phileto nega veementemente que tenha acobertado o filho da desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Lígia Ramos Cunha, em quaisquer situações.

“[…]não estou encobrindo ninguém, Rui não tem nenhum vínculo com o processo, apenas o conheço como um colega militante da advocacia”, declarou por meio de declaração encaminhada na tarde desta sexta-feira (10) –  Leia a íntegra do pronunciamento no final deste texto.

Ainda na primeira fase da operação que investiga um esquema de compra de sentenças no Judiciário baiano, o Ministério Público Federal (MPF) recordou que Barata já havia sido acusado de realizar tráfico de influências.

Antes, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) investigou as alegações de que Phileto teria encobertado a atuação do advogado e juiz eleitoral em um processo no qual era discutida a posse do hotel Iara Beach, em Itapuã.

Ramos Cunha era relatora da ação no TJ-BA, e Barata não poderia ter nenhuma vinculação com o caso. A reclamação acabou sendo arquivada pelo corregedor nacional de Justiça à época, o ministro João Otávio de Noronha.

A primeira denúncia do MPF também aponta que Barata havia aberto um escritório de advocacia no município de Barreiras, juntamente com Phileto.

“Jamais atuei com doutor Rui Barata no Oeste. Jamais atuei nas causas do Oeste, e jamais atuei com conjunto com ele. Muito menos atuei para encobri-lo”, escreveu Phileto por meio de mensagem encaminhada pelo WhatsApp à reportagem nesta sexta-feira (10).

O advogado também disse que confia no trabalho do MPF, da Polícia Federal (PF) e que espera que todas as irregularidades sejam apuradas. O advogado avaliou que tem sofrido ataques constantes, de pessoas que “tentam a todo custo tirar proveito de toda essa situação” para enfraquecê-lo no meio jurídico.

“Atuo como advogado desde os 24 anos e dedico a minha vida a advocacia com muita Paixão! Se há algo que precisou ser esclarecido me parece que já foi”, concluiu.

Leia a íntegra do encaminhado pelo advogado Tiago Phileto:

“Algumas inverdades estão sendo veiculadas, pois, diferente do que divulgaram, sou advogado contratado do processo envolvendo o Iara beach, não estou encobrindo ninguém. Rui não tem nenhum vínculo com o processo, apenas o conheço como um colega militante da advocacia. Segundo ponto, não tenho nem nunca tive sociedade com Rui no Oeste. Terceiro ponto, não existiu movimentação em minha conta envolvendo Jeciane ou Adailton Maturino, pessoas que sequer conheço ou tive qualquer tipo de relação.”

 

 

BNews/ Marcos Maia

  • Compartilhe:

Publicidade