ACM NETO PODE ANUNCIAR CANDIDATURA NOS PRÓXIMOS DIAS

26 de mar de 2018

A candidatura do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ao governo da Bahia já é dada como certa por alguns aliados. Das condições postas pelo democrata soteropolitano para disputar o Palácio de Ondina, apenas uma questão continua indefinida: o tempo de televisão.

Segundo apurou o bahia.ba, Neto permanece resistente à hipótese de coligar com o MDB, depois da crise que atingiu o partido na Bahia. As malas, com R$ 51 milhões, encontradas em um apartamento ligado ao ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e o seu irmão, Lúcio Vieira Lima, provocaram profundos desgastes aos emedebistas no estado.

Nos bastidores, especula-se até que Neto teria condicionado sua candidatura à saída de Lúcio do MDB. Para não ter o partido na aliança, aliados de ACM Neto avaliam que é preciso trazer para base o PR ou PP, como forma de compensar o tempo que perderá com a não coligação com MDB.

“Todas as condições estão superadas, a exceção do tempo de tevê. Neto acha que, sem tempo de tevê, desidrata, então só vai [ser candidato], se resolver isso”, afirmou um aliado.

Dos dois partidos que integram a base do governador Rui Costa (PT), o PR é hoje o mais próximo do grupo de ACM Neto. Para atrair a sigla, interlocutores do prefeito já prometeram uma vaga na majoritária para os republicanos.

Ou a vice de Neto, que, neste cenário, ficaria com o deputado federal José Rocha. Ou uma vaga no Senado, que seria do parlamentar Ronaldo Carletto, que deixaria o PP e ingressaria no PR para disputar o cargo. O problema é que Carletto desistiu de mudar de agremiação após uma conversa com o vice-governador João Leão (PP). O que criou mais dificuldades para a oposição.

Os demais pontos para que Neto seja postulante ao governo já estão solvidos, conforme correligionários do democrata. Um ponto era a questão da renúncia do prefeito. Segundo aliados, pesquisas apontaram que o eleitorado soteropolitano quer que o gestor municipal deixe o cargo para concorrer ao Palácio de Ondina.

O outro ponto era que levantamentos mostrassem um cenário favorável à vitória do democrata. De acordo com aliados, o chefe do Thomé de Souza venceria hoje com tranquilidade a disputa contra o governador Rui Costa. A expectativa é que ACM Neto anuncie sua candidatura entre os dias 6 e 7 de de abril.

  • Compartilhe:

Publicidade