DEPUTADA JUSMARI OLIVEIRA DIZ QUE FICOU HONRADA EM PARTICIPAR DE LIVE SOBRE O AGRONEGÓCIO: “DEBATE MUITO IMPORTANTE”

09 de jul de 2020

 

A deputada Jusmari Oliveira foi uma das convidadas pelo professor Luis Edmundo Campos e participou de uma live com o tema AVALIANDO AS AMEAÇAS E OPORTUNIDADES DURANTE E APÓS A PANDEMIA. A parlamentar  falou ao lado de um time de luminares como Celestino Zanella, Presidente da AIBA-Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia, Júlio Busato, Presidente da ABAPA – Associação dos Produtores de Algodão, Wilson Andrade, Diretor Executivo das Empresas de Base Florestal (ABAF) e o deputado Eduardo Salles. Para Jusmari o debate “foi muito importante e pode ser retomado em outras oportunidades”

Durante a sua fala Jusmari, mais uma vez, mostrou profundo conhecimento do setor produtivo da Bahia, fazendo inclusive uma reflexão sobre o desenvolvimento do agronegócio e sua expansão no mercado internacional como uma das alternativas para a economia do País em tempos de Pandemia e até mesmo no período pós-Pandemia. Presidente da Comissão de Agricultura e Politicas rurais da Assembleia Legislativa da Bahia, a deputada Jusmari, já havia desenvolvido, junto ao colegiado, no início do ano, uma extensa pauta de debates sobre o setor produtivo mas o roteiro não pode ser seguido em virtude da paralisação das atividades por conta da crise do Coronavírus. Ela considerou a live uma excelente oportunidade para se fazer uma reflexão sobre um setor vital tão  para a economia brasileira.

Celestino Zanella mostrou a competência de sempre pontuando questões da mais alta relevância para o setor. O Mesmo acontecendo com Julio Busato. O presidente da Abapa se disse emocionado quando a deputada Jusmari falou sobre as campanhas desenvolvidas pela entidade no período da Pandemia como, por exemplo, a campanha Algodão que Aquece e ainda sobre os tecidos para fabricação de máscaras distribuídas para a população.

O deputado Eduardo Salles também mostrou conhecimento do setor ao explanar com clareza sobre o assunto. Wilson Andrade se destacou pela forma equilibrada e tranquila com que chamou a atenção para a importância das empresas de base florestal na economia baiana e foi uma voz destacada em todo o debate.

Por fim não se poderia deixar de elogiar a iniciativa e o conhecimento do professor Luis Edmundo Campos – que inclusive já deu aulas em Barreiras – ao trazer a tona questões  primordiais para  todos: o agronegócio, a produção agrícola e toda a sua força mesmo em tempos de Pandemia. Parabéns a todos os participantes deste momento de reflexão, sugestões, novas pautas que continuarão a ser discutidas não só pelos representantes do setor mas por toda à sociedade.

MURAL DO OESTE

  • Compartilhe:

Publicidade