O FENÔMENO TITO: UMA AVALANCHE DE VOTOS EM BARREIRAS

09 de out de 2018

 

Roberto de Sena

Mural do Oeste

Tito chegou lá.

Ele é o deputado federal mais votado da história de Barreiras.

Teve 48.899 mil votos no total. Em Barreiras atingiu a espetacular marca de 32.443 votos.

Um feito e tanto para quem não tem mandato, não é milionário e nem tem padrinhos poderosos na política.

Chegou pelas próprias forças. Pelos próprios méritos. É bom que se reconheça.

Pessoas ligadas aos adversários de Tito diziam, hoje pela manhã, que ele só alcançou este resultado extraordinário, por ser o único representante de Barreiras e por ter encontrado o espaço aberto.

Ok;

Em tese pode ser, mas, na prática a coisa é outra. ou, como diz o povo, o buraco é mais embaixo.

Se Tito encontrou o espaço aberto é porque alguém deixou e como não existe espaço vazio em política, Tito teve a inteligencia de ocupar a partir do diálogo e do corpo a corpo com a população.

Com uma carreira política feita no parlamento barreirense, tendo sido presidente da Câmara por dois mandatos, Tito soube fazer os movimentos certos, nas horas certas. Primeiro saiu da zona de conforto e teve a coragem de trocar uma reeleição certa de vereador ou até mesmo uma vice na chapa do Dem e lançou-se candidato a prefeito de Barreiras nas eleições de 2016, vencidas por Zito Barbosa.

Naquela eleição Tito obteve 17 mil votos e, percebeu que tinha musculatura para vôos mais altos.

Agora em 2018, ele recusou uma secretaria de Estado por acreditar no seu sonho. E mais uma vez teve inteligencia e sagacidade para se movimentar de forma estratégica no escorregadio terreno da política. Esperou o cenário se definir, as candidaturas estarem postas e somente no expirar do prazo para filiação partidária, ele, quase em silencio, deixou o PSDB e migrou para o Avante (Antigo PTdoB). Tito enfrentou a fúria de Marcelo Nilo e de João Gualberto mas hoje percebe-se que esta mudança de partido foi fundamental para sua extraordinária vitória.

E qual recado das urnas com esta avalanche de votos para Tito?

Na minha opinião o recado é o seguinte: o cenário político foi sacudido e Tito ganhou potencial para ser um dos possíveis protagonistas no processo eleitoral do município.

Se isso vai acontecer ou não são outros quinhentos. Mas o recado foi dado pelo povo.

E quando o povo fala, é bom escutar. Ou o bicho pega.

Os demais grupos políticos de Barreiras terão que se reposicionar e e fazer reaglutinação de forças logo após o segundo turno das eleições. O tempo urge.

  • Compartilhe:

Publicidade