MPE E MPF AJUÍZAM AÇÃO CONTRA AEROPORTO DE BARREIRAS POR QUESTÕES DE SEGURANÇA

14 de abr de 2018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Ministério Público estadual e o Ministério Público Federal ajuizaram, nesta sexta-feira (13), ação civil pública contra a São Francisco Administração Aeroportuário e Rodoviário Ltda. e a Agência de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) devido ao fato do aeroporto de Barreiras não atender aos padrões mínimos de segurança contra incêndio e pânico. Administrado pela empresa, sob concessão da agência reguladora, o local não conta com Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Além disso, o projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico (PSCIP) elaborado somente no final de 2017 ainda não foi executado. Em caráter liminar, o promotor de Justiça André Garcia de Jesus e o procurador da República Rafael Borba Costa solicitam que a Justiça etermine a regularização de todas as áreas do aeroporto, com obtenção do AVCB e execução do projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico (PSCIP), como também das certificações exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

Bahia Noticias

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
  • Compartilhe:

Publicidade