MANCHESTER UNITED LIDERA LISTA DE TIMES MAIS RICOS DO MUNDO, CONFIRA TOP 20

24 de jan de 2018

O título do Manchester United na Liga Europa permitiu ao clube inglês carimbar o passaporte para a Liga dos Campeões, mas também serviu para mantê-lo na liderança dos times mais ricos do mundo, ranking elaborado anualmente pela consultoria Deloitte, publicado na terça-feira (23/1).

O clube de Old Trafford, que nesta segunda (22/1) anunciou a contratação do craque chileno Alexis Sánchez, a quem pagará um salário estimado em 570 mil euros semanais, obteve na temporada 2016/2017 receitas de 676 milhões de euros (R$ 2,65 bilhões).

No ano passado, o United conseguiu tirar o primeiro lugar do chamado ‘Money League’ do Real Madrid, relegado ao terceiro lugar em 2016, após liderar o ranking por onze anos.

No último exercício, faltou pouco para que o clube espanhol recuperasse a liderança, já que obteve receitas 674,6 milhões de euros (R$ 2,646 bilhões) com um aumento de 54,5 milhões de euros com relação ao exercício anterior, e ficou a apenas 1,7 milhão de euros do United. Real Madrid superou o Barcelona, terceiro colocado, por uma diferença de R$ 102 milhões.

As conquistas do time de Cristiano Ronaldo levaram à menor distância da história entre o primeiro e o segundo colocados do ranking: € 1,7 milhão (R$ 6,69 milhões).

O que tornou possível a “vitória” do United foi seu título na Liga Europa, que rendeu um prêmio de 44,5 milhões de euros.

“Isto representa um montante quase quatro vezes maior ao recebido pelo Atlético de Madrid, quando ganhou esta competição em 2011/2012”, explicou Deloitte.

Entre os dez primeiros do ranking, aparecem cinco clubes ingleses, dois espanhóis, um alemão, um francês e um italiano.

Jogadores do Real Madrid celebram conquista de mais uma taça – foto: AFP

Soccerex

Em um recente estudo da “Soccerex Football Finance 100”, publicado no dia 04/1, os clubes ingleses também sustentam a supremacia. Mas com o Manchester City na liderança. Clube aparece como financeiramente o mais poderoso do mundo, à frente do Paris Saint-Germain, 3.º colocado, um dos novos ricos do planeta futebol.

Atrás do City, comprado em 2008 pelo grupo Abu Dhabi United Group, o Arsenal é o segundo colocado, enquanto o Tottenham é o 5.º, o Manchester United é o 7.º e o Chelsea é o 9.º do ranking, que leva em conta os ativos esportivos, o dinheiro em caixa, o investimento potencial dos donos e a dívida de cada clube.

“O segundo lugar do Arsenal na classificação, à frente do PSG, pode ser surpreendente e certamente pode ser objeto de debate diante das críticas (…) pela falta de gastos do clube no mercado de transferência”, explica o estudo, que elogia o “plano de business sólido” dos Gunners, muito graças ao estádio Emirates Stadium.

O primeiro clube fora do Reino Unido na lista é o Paris Saint-Germain, 3.º, enquanto o clube chinês Guangzhou Evergrande aparece na surpreendente 4.ª posição. A presença de um clube chinês à frente do atual bicampeão europeu Real Madrid, 5.º, reflete “as mudanças na paisagem mundial do futebol nos últimos 20 anos”, segundo o diretor de marketing do Soccerex, David Wright.

Nove clubes da Super League chinesa fazem parte do Top 100, mais que França, Alemanha e Itália.

Confira a classificação dos clubes mais ricos da temporada 2016/2017, segundo relatório da Delloit:

1. Manchester United € 676.3 milhões (R$ 2,65 bilhões)

2. Real Madrid € 674.6 milhões (R$ 2,646 bilhões)

3. Barcelona € 648.3 milhões (R$ 2,544 bilhões)

4. Bayern Munich € 587.8 milhões (R$ 2,314 bilhões)

5. Manchester City € 527.7 milhões (R$ 2,077 bilhões)

6. Arsenal € 487.6 milhões (R$ 1,919 bilhão)

7. Paris Saint-Germain € 486.2 milhões (R$ 1,1914 bilhão)

8. Chelsea € 428 milhões (R$ 1,685 bilhão)

9. Liverpool € 424.2 milhões (R$ 1,670 bilhão)

10. Juventus € 405.7 milhões (R$ 1,597 bilhão)

11. Tottenham € 355.6 milhões (R$ 1,4 bilhão)

12. Borussia Dortmund € 332.6 milhões (R$ 1,30 bilhão)

13. Atlético de Madrid € 272.5 milhões (R$ 1,072 bilhão)

14. Leicester € 271.1 milhões (R$ 1,067 bilhão)

Equipe de Munique posa com a taça do Campeonato Alemão (Foto: Guenter Schiffmann / AFP)

15. Inter de Milão € 262.1 milhões (R$ 1,031 bilhão)

16. Schalke 04 € 230.2 milhões (R$ 906 milhões)

17. West Ham € 213.3 milhões (R$ 840 milhões)

18. Southampton € 212.1 milhões (R$ 835 milhões)

19. Napoli € 200.7 milhões (R$790 milhões)

20. Everton € 199.2 milhões (R$ 783 milhões)

Via: Chuteira F.C

  • Compartilhe:

Publicidade