LULA NEGA NEGOCIATAS PARA CANDIDATURA DA RIO 2016 E CHAMA JUIZ PARA SEU COMÍCIO

05 de jun de 2018

Durante depoimento ao juiz Marcelo Bretas da 7ª Vara Federal Criminal, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou saber de ‘negociata’ para trazer a Olimpíada ao Rio. Ele é testemunha de defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, em uma ação penal que investiga compra de votos da para tornar o Brasil sede da Olimpíada Rio 2016. “Eu não sei qual é o critério para alguém que diz que foi trapaça (a escolha da Rio-2016). Esse senhor (procurador) não deve conhecer nada.” Quando questionado se havia negociado algum tipo de troca de apoio com delegações, o ex-presidente afirmou que não teve trocas, mas que ele articipou de uma reunião com a União Africana, que representa 54 países daquele continente, e que pediu o apoio para a candidatura do Rio. Ao final da videoconferência, o juiz afirmou que valorizava a importância histórica do ex-presidente e lembrou das Diretas Já. “Senhor Luiz Inácio, muito obrigado. Inclusive pela postura que se portou. O senhor é uma figura importante no nosso país, é relevante sua história para todos nós. Para mim, inclusive. Aos 18 anos estava aqui num comício na Avenida Presidente Vargas com um milhão de pessoas e eu estava lá usando o boné e a camiseta com seu nome”, disse Bretas. Lula repetiu o tom de humor e afirmou que o juiz poderia usar o boné e a camisa agora. “Quando eu fizer um comício agora vou chamar o senhor para participar”, completou.

 

Via: Bahia Notícias

  • Compartilhe:

Publicidade