COM PARALISAÇÃO DE CAMINHONEIROS, 100% DOS POSTOS DE BARREIRAS FICAM SEM COMBUSTÍVEIS

25 de maio de 2018

Com a paralisação dos caminhoneiros, que chegou ao 5º dia nesta sexta-feira (25), 100% dos postos de Barreiras, município localizado na região oeste da Bahia, estão sem combustíveis. O último posto onde os motoristas conseguiam abastecer, localizado no bairro Barreirinhas, ficou com o estoque zerado por volta das 13h desta sexta.

Não há mais não tem mais álcool, gasolina e nem diesel em nenhum dos postos da cidade.

Além disso, o aeroporto da cidade só tem combustível para operar até o domingo (25), mas há possibilidade de o estoque acabar antes do previsto, por causa de abastecimento de aviões que chegam de outros estados, conforme a administração do terminal.

Somente nesta sexta, três aeronaves de médio porte, com capacidade para 70 passageiros, pousaram no município para abastecer.

Na região oeste também há manifestações nas rodovias. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), são registrados sete pontos de bloqueio de caminhoneiros.

Em Barreiras, a BR-242 está bloqueada no sentido Salvador. Em Luís Eduardo Magalhães, os manifestantes têm piquetes nas três saídas da cidade, BR-242, saída para Tocantins, BR-020, saída para Brasília/Goiás, e outro trecho da BR-242, que liga a cidade ao município de Barreiras. Em São Desidério, a BR-135 também está fechada.

Em Formosa do Rio Preto, outro ponto da BR-135 segue bloqueada. A estrada liga o estado da Bahia ao Piauí. Ainda de acordo com a PRF, a BR-349, em Correntina, também está fechada pelos manifestantes.

Protestos

Mesmo com proposta de acordo anunciada pelo governo federal, na última quinta-feira (24), protestos de caminhoneiros são registrados na Bahia, nesta sexta-feira, quinto dia de mobilização nacional da categoria contra a alta do diesel.

Na BR-324, há bloqueio parcial da via, nos dois sentidos, na altura do Km-541, trecho da cidade de Amélia Rodrigues. Os manifestantes ocupam o acostamento e uma faixa da pista. Apenas caminhões e carretas são parados. O trânsito flui com lentidão no local.

Na BA-526, conhecida como Cia-Aeroporto, na região metropolitana de Salvador, também há protesto de caminhoneiros, na altura do Km-12. Apenas caminhões e carretas são parados. O mesmo ocorre na BA-535, conhecida como Via parafuso, também na região metropolitana de Salvador. Na rodovia, a pontos de protesto no Km-12 e no Km-18.

Diversos pontos de protesto são registrados na BR-116, em várias cidades baianas. Todas operando da mesma forma: caminhões estacionados nos acostamentos e em postos de combustíveis próximos, e manifestantes impedindo a passagem de carretas e caminhões.

As manifestações na BR-116 são registradas no Km-459, na cidade de Santo Estevão; Km-517 e Km-521, em Itatim; Km-539, no município de Milagres; Km-672, na cidade de Jequié; Km-709, em Manoel Vitorino, Km-759, na cidade de Poções; Km-814, Km-817 e Km-835, em Vitória da Conquista.

Por G1 BA
  • Compartilhe:

Publicidade