HEXA CONTINUA VIVO: HISTÓRIA MOSTRA QUE EMPATE EM ESTREIA NÃO É SINAL DE FRACASSO

18 de jun de 2018

 

O sonho da Seleção Brasileira de conquistar o hexa na Copa da Rússia deu uma leve esfriada após o tropeço na estreia diante da Suíça, domingo, na Arena Rostov.

O empate por 1 a 1, determinado principalmente pelos erros de arbitragem, prejudicou o planejamento da comissão técnica para a primeira fase do torneio, mas não deve desanimar o torcedor. Pelo menos é isso o que a Históriarecente mostra.

Em 2010 a Espanha, que era considerada uma das favoritas ao título, começou o torneio disputado na África do Sul com uma derrota por 1 a 0 para própria Suíça, rival que complicou a vida do Brasil em terras russas.

Ao fim do jogo de domingo, alguns comentaristas esportivos lembraram do exemplo espanhol para dar um alento ao torcedor brasileiro.

Às vezes é bom tomar um empate na estreia pra se ligar q tem q jogar mais bola pra ganhar essa Copa. Não é nenhum desastre o resultado; eu veria como um alerta pra entrar mais pilhado e com mais paudurabilidade.

Maurício Noriega, do SporTV, foi direto em sua análise: “Não acabou a Copa do Mundo para o Brasil. Muito pelo contrário. O time mostrou que tem jogadores para fazer uma boa competição”.

Lédio Carmona, companheiro de bancada de Noriega, endossou a opinião, mas fez um alerta. “Desta vez não vai dar para fazer testes no último jogo, já que a Sérvia largou na frente.”

Carmona se referiu à vitória dos europeus sobre a Costa Rica no outro duelo do Grupo E. Como os sérvios têm dois pontos a mais do que o Brasil (3 a 1), podem chegar ao jogo final à frente da Seleção, e fechar a chave na primeira posição, o que, em teoria, pode complicar o caminho brasileiro nas fases seguintes.

Jogadores concordam e miram recuperação

O tropeço contra os suíços não abalou a confiança da Seleção na luta pelo hexa. Na saída do estádio, o discurso foi praticamente uníssono. “Em Copa do Mundo o importante é não perder. Tem mais 2 jogos para poder jogar bem e ganhar. A gente queria vencer, mas um empate pode ser bom no futuro”, frisou o lateral-esquerdo Marcelo, capitão da equipe na estreia na Rússia.

O meia Willian pediu foco para que o empate não atrapalhe. “O importante é continuar mentalmente forte. A Costa Rica será outro adversário difícil, então temos que olhar para a frente e focar a vitória.”

Companheiro de quarteto, Gabriel Jesus mandou o recado: “ninguém ganha ou perde um campeonato na primeira partida. Estamos mais do que vivos, mas segue de aprendizado”.

Para o técnico Tite, a Seleção não foi perfeita, mas o planejamento continua. O técnico fez uma projeção de que com 5 pontos o time estará na próxima fase.

“Dei um dado estatístico para vocês, apenas isso. Dois terços do jogo eu fiquei contente. Foi a característica do nosso time. Depois, o adversário cresceu, e isso mudou. A gente criou, mas nos precipitamos na finalização. Isso fica de lição para o próximo jogo”, concluiu.

 

Via: Huff Post Brasil

  • Compartilhe:

Publicidade