“ESTOU PROCURANDO ALGUÉM PARA SER MINISTRO DA EDUCAÇÃO E QUE TENHA AUTORIDADE”, DIZ BOLSONARO

09 de out de 2018

 

O candidato do PSL ao Palácio do Planalto nas eleições 2018, Jair Bolsonaro afirmou que busca um nome que tenha autoridade para comandar o Ministério da Educação, caso seja eleito na disputa do segundo turno com seu rival, Fernando Haddad (PT). “Estou procurando alguém para ser ministro da Educação que tenha autoridade. Que expulse a filosofia de Paulo Freire. Que mude os currículos escolares”, disse, e emendou: “para aprender química, matemática, português e não sexo”. As falas foram durante entrevista à Rádio Jovem Pan, na tarde desta terça-feira, 09. Na ocasião, Bolsonaro fez duras críticas ao PT que, segundo ele, tem interesse em manter uma desinformação na sociedade para prendê-las ao Bolsa Família. Mesmo com a crítica, Bolsonaro disse que pretende ampliar esse programa social, mas combater desvios. O candidato também afirmou que costuma ser chamado de extremista, mas que, na verdade, seus oponentes que são. “Os apaixonados pela Venezuela, por Cuba, são eles”, disse. Bolsonaro teve hoje o seu primeiro compromisso externo, após ser alçado ao segundo turno da disputa ao Palácio do Planalto. Ele está na mansão do empresário Paulo Marinho, suplente de senador eleito pelo Rio, no Jardim Botânico, zona sul do Rio. O candidato está acompanhado da cúpula da campanha, incluindo o economista Paulo Guedes. Um dos objetivos do encontro é gravar o seu programa eleitoral. Foi de lá que o candidato conversou com a reportagem da Jovem Pan.

Estadão

  • Compartilhe:

Publicidade