CORRENTINA: POR DECISÃO DA JUSTIÇA PRESIDENTE DA CÂMARA E SERVIDORES VOLTAM AOS CARGOS

18 de dez de 2017

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Uma decisão da Justiça da Bahia, atendendo a liminar , determinou que o pelo presidente da Câmara de Vereadores de Correntina, Wesley Campos Aguiar, mais conhecido por Maradona, e servidores do legislativo voltem aos cargos que ocupavam antes de serem presos e afastados. Já nesta terça-feira, na sessão de encerramento do ano, Maradona deverá presidir a sessão.

Leia a decisão judicial:

“Desse modo, uma vez inexistentes os requisitos autorizadores da medida cautelar, determino o restabelecimento da situação pré-processual, para permitir que o paciente Wesley Campos Aguiar retorne ao exercício do seu cargo/função de Vereador Presidente da Câmara Municipal de Correntina/BA, como meio de imprimir segurança jurídica ao cargo para o qual foi democraticamente eleito pela população de Correntina/BA.

Necessária a extensão do benefício aos pacientes Hugo Neves dos Santos, Cleuzinete de Souza Sales e Erickson Linces Santos para permitir que retornem ao exercício dos seus cargos/funções, na esteira da decisão interlocutória de fls. 241/246 proferida pela Autoridade Impetrada, com fulcro no art. 580 do Código de Processo Penal, uma vez que apresentam a mesma situação fático-processual apresentada pelos demais réus da ação penal originária (primariedade, ocupação lícita e residência fixa no distrito da culpa).

Quanto ao recolhimento domiciliar no período noturno, sustentam os Impetrantes que as sessões da Câmara de Vereadores de Correntina/BA ocorrem a partir das 19:00h, todas as terças, sendo assessorado pelos Pacientes Hugo Neves dos Santos e Cleuzinete de Souza Sales. Desse modo, necessária a adequação da medida para permitir que os mencionados Pacientes participem das sessões da Câmara de Vereadores do município de Correntina/BA, devendo os Pacientes comprovarem a sua presença, à Autoridade Coatora, através da Ata de Sessão da respectiva Casa Legislativa.

Afora isso, devem comprovar, à Autoridade Impetrada, possível exercício de atividades econômicas aos sábados, como informado pelos Impetrantes, uma vez que não foram colacionados documentos nesse sentido, para que seja permitido, também, o labor aos finais de semana, como forma de possibilitar que aufiram renda, inclusive para reparação de danos em eventual sentença condenatória.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
  • Compartilhe:

Publicidade