BAHIA BATE RECORDE NO ABATE DE FRANGOS NO TERCEIRO TRIMESTRE, DIZ IBGE

14 de dez de 2017

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Bahia bateu o recorde no abate de frangos no terceiro trimestre de 2017. Ao todo, foram abatidos 28,2 milhões de frangos na Bahia, de acordo com a Pesquisa Trimestral do Abate de Animais, do IBGE, divulgada nesta quinta-feira (14).

Em relação ao segundo trimestre, foram 3 milhões ee frangos abatidos a mais, revelando uma alta de 11,9%. Já em relação ao mesmo período no ano passado, o crescimento foi de 15,8% ou mais 3,8 milhões de cabeças abatidas, divulgou o IBGE.

Esse dado também revela que o estado teve o segundo maior crescimento percentual no abate de frangos em relação ao trimestre anterior, se comparado com outros estados do país. A Bahia ficou atrás apenas do Pará , que teve crescimento de 12,5%.

Esse dado também revela que o estado teve o segundo maior crescimento percentual no abate de frangos em relação ao trimestre anterior, se comparado com outros estados do país. A Bahia ficou atrás apenas do Pará , que teve crescimento de 12,5%.

E comparando com o 3º trimestre de 2016, o aumento percentual de frangos abatidos no estado também foi o segundo mais expressivo, abaixo apenas de Rondônia, com 69,1%. O abate de frangos cresceu em 11 estados nessa comparação.

O estado líder no abate de frangos é o Paraná, que tem 31,5% na participação nacional, o que representa 464,3 milhões de cabeças no 3º trimestre do ano). Já a produção baiana representou 1,9% do total.

Suínos
Segundo o IBGE, o abate de suínos também apresentou crescimento de 4,9% em relação ao segundo trimestre. Esse foi o 6º maior crescimento percentual dentre os 22 estados para os quais o IBGE teve informações nesse período. A Bahia representa 0,3% do abate nacional de suínos.

No terceiro trimestre, foram abatidas 34.112 cabeças de suínos no estado, 1.584 a mais que nos três meses anteriores. Em relação ao 3º trimestre de 2016, porém, o abate de suínos na Bahia ainda mantém leve variação negativa, de -0,1% ou menos 50 cabeças abatidas.

De acordo com os dados do IBGE, no Brasil como um todo, houve um recorde no abate de suínos no 3º trimestre. Foram abatidos 11,03 milhões de animais, um aumento de 3,9% em relação ao trimestre anterior e de 2,9% comparado ao mesmo período de 2016.

Bovinos
Já o abate de bovinos teve uma pequena redução em relação ao segundo trimestre. Foram abatidas 288.828 cabeças de bovino no terceiro trimestre, que representa uma redução de 0,1% em relação ao período anterior, quando foram abatidas 289.101 cabeças.

Apesar disso, houve um aumento do abate se comparado ao mesmo período do ano passado, com uma variação positiva de 0,8%, ou seja, 2.183 cabeças a mais.

Em todo país, foram abatidas 7,98 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária, quantidade 7,6% maior que a registrada no trimestre anterior e 9,0% maior que a do 3º trimestre de 2016, ou seja, 661,98 mil cabeças a mais.

Leite e ovos
Também houve aumento na aquisição de leite cru na Bahia no terceiro trimestre. Foram adquiridos 85.878 litros, 4,2% maior que a do 2º trimestre (82.420 litros) e 14,8% maior que a do 3º trimestre de 2016 (74.836 litros).

Em todo Brasil, a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos sob algum tipo de inspeção sanitária no Brasil foi de 6,16 bilhões de litros, volume 9,1% maior que o do trimestre imediatamente anterior e 5,4% maior que o alcançado no mesmo trimestre em 2016.

A produção de ovos teve variação positiva  em relação ao 2º trimestre (0,5% ou +58 mil dúzias), quanto em relação ao 3º trimestre de 2016 (14,6% ou +1,5 milhão de dúzias). Ao todo, foram produzidos 11,7 milhões de dúzias.

Em todo país, a produção foi de 39,45 milhões de dúzias no 3º trimestre de 2017, representado um aumento de 2,7% em relação ao trimestre anterior e de 7,7% no comparativo com o 3º trimestre de 2016.

correio24horas

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
  • Compartilhe:

Publicidade