ABAPA LANÇA TREINAMENTO DE OPERADORES DE MÁQUINAS DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO EM CORRENTINA

15 de maio de 2018

 

Na noite do último sábado (11), a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) lançou em parceria com a Prefeitura de Correntina e Senai, o Curso de Operadores de Máquinas de Beneficiamento de Algodão. Foi iniciado nesta segunda-feira (14), o primeiro dos módulos do treinamento, sobre segurança do trabalho, que vai abranger 30 moradores da zona rural do município. Com carga horária de 80 horas/aula, a serem ministradas ao longo do mês, o curso vai permitir a formação de novos operadores capacitando os participantes a ingressarem no mercado de trabalho nas fazendas de algodão próximas à sede de Correntina.

Selecionado para o curso, José Souza Cézar, 39, do povoado de Salto do Santo Antônio, vê no curso uma oportunidade de conseguir um emprego com uma renda fixa. “É uma boa oportunidade, hoje eu fico mais ajudando na roça da família, e um salário ia ajudar”. Morador da região da Busca Vida, também na zona rural de Correntina, Antônio Florêncio de Barros, 66, está esperançoso diante da possibilidade do filho Cleiton fazer o curso e garantir um emprego mais próximo. “A gente planta na nossa terra, mas ele precisa mesmo de um trabalho fixo, e aqui na cidade, não tem mais. Ele já saiu para trabalhar em Goiás e no Mato Grosso. Se conseguisse um trabalho na fazenda mais perto, ele conseguiria ir e voltar final de semana”, afirma.

Ao representar a diretoria da Abapa durante o lançamento do curso, o diretor-executivo da entidade, Lidervan Morais, reforçou que a ação é mais uma oportunidade de estreitar o relacionamento com a comunidade de Correntina. “O município planta 30 mil hectares de algodão. Por causa do beneficiamento realizado na própria região, a cadeia do algodão é a que mais gera renda, com cerca de 40 mil empregos diretos e indiretos gerados na região. A depender da dedicação e absorção do conhecimento durante o processo de qualificação, estes profissionais podem ser absorvidos a partir de junho, quando está prevista a colheita, nas fazendas e algodoeiras próximas à cidade”, afirma.

O prefeito de Correntina, Nilson José Rodrigues, acredita que este é o início de uma parceria entre os produtores rurais, independente da sua escala de produção, pequenos, médios ou grandes, para gerar mais emprego e renda para Correntina. “Tivemos mais de 60 pessoas interessadas o que mostrou o interesse dos nossos moradores. Agora lançamos o nosso desafio para a Abapa, para capacitar os outros 30 que ficaram na lista. Tenho certeza que esta parceria trará mais desenvolvimento e renda para a nossa cidade”, afirmou ele, que também lançou na oportunidade a Central de Associações de Agricultores Familiares.

O Curso de Operadores de Máquinas de Beneficiamento de Algodão é uma ação do Centro de Treinamentos Parceiros da Tecnologia da Abapa, com sede em Luís Eduardo Magalhães. No ano passado, foram capacitados cerca de 6,3 mil pessoas que participaram de 236 cursos e treinamento em todo o oeste da Bahia. Para o presidente da Abapa, Júlio Busato, o Centro de Treinamentos proporciona a qualificação dos profissionais da cadeia agrícola do algodão, garantindo o suporte no pilar social para a adoção de critérios de sustentabilidade pelas fazendas. “Existe o compromisso da cadeia de algodão, por meio do programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR) para o cumprimento e respeito da legislação trabalhista e para a qualidade de vida para quem trabalha nas fazendas e nos escritórios”.

  • Compartilhe:

Publicidade